Ciatalgia x Doença arterial Periférica (DAP)

Os sintomas de ciatalgia e DAP (doença arterial obstrutiva periférica) são semelhantes e podem gerar confusão ao construir o diagnóstico. Por isso quero voltar ao tema do vídeo anterior sobre prevenção quaternária.

Chegou ao meu consultório um “paciente” com diagnóstico de ciatalgia e junto uma Ressonância magnética confirmando esse diagnóstico por compressão do disco (hérnia de disco).

Ao ouvir a história dos sintomas do paciente, que referia dor quando caminhava alguns metros, e que essa distância estava se encurtando com o passar do tempo devido a intensidade dos sintomas, e que sentado ou deitado não tinha dor, não tinha perda de movimento na coluna lombar, não tinha dor ao movimentar a coluna lombar e testes neurológicos negativos. A pergunta que devo fazer: Os sintomas desse paciente vêm do nervo ciático? NÃO, este paciente foi encaminhado a um médico vascular, que resolveu o seu problema.

Este paciente estava com DAP (doença arterial periférica) e sofrendo desse problema a pelos menos 5 anos. Realizando várias consultas e exames, consumiu uma quantidade considerável de medicação anti-inflamatórias e analgésicas, sendo ele já transplantado renal. O termo prevenção quaternária se encaixa muito bem nesse caso, onde o paciente teve um excesso de medicalização e exames excessivo, sendo que o mesmo precisava sim, de alguém que ouvisse a sua história.

Como consumidores em saúde temos que exigir que ao procurar um profissional da saúde, ele possa ouvir a nossa história clínica e juntos construir um diagnóstico, reduzindo o risco do overdiagnóstico.

CERTAAAAA